Segunda-feira, 22 de Julho de 2013

esta rotina é um trauma

Quero que me caia o mal todo do mundo para os ombros outra vez. Quero casar com a tempestade, quero querer sempre mais, quero chuva, sol, flores. Quero ser injusta, quero que tudo acabe rápido. Queria sair daqui e queria encontrar outra coisa. Está tudo a correr bem noutro sítio. Falta-me alguma coisa, falta-me alguém, tudo o que é bom está a acontecer muito longe daqui. Quero os sapatos todos do mundo, quero dinheiro e diamantes. Quero acima de tudo que esta hipocrisia me abandone, queria ter a capacidade de me importar com algo. Gostava de ter medo de passar a estrada, gostava que o bichinho que me auto-destrói me deixasse em paz. Queria paz e sossego mas quero ir a festas e beber e cair. Quero ouvir música até ao amanhecer, quero beijar um rapaz diferente todas as noites e esquecer-me dos seus nomes na manhã seguinte, mas queria um amor eterno. Queria conseguir dizer a coisa certa, que sempre que abrisse a boca tivesse um discurso fluído e confiante. Queria deixar de tropeçar em cada palavra que digo, queria ter uma postura elegante. Queria um ombro para chorar, quero alguém que me deixe chorar sem perguntar o porquê de estar assim. Quero ver filmes de terror sozinha no cinema, queria dinheiro para ir ao cinema. Quero provar todos os sabores do mundo, queria ter 40 quilos, ser tão magra que todos à minha volta teriam medo de me tocar. Queria deixar de me importar com a minha reputação. Queria ficar bonita quando sem roupa, queria não ter vontade de me esconder. Queria que o papel onde te escrevo cartas deixasse de estar manchado de gotas de sangue de momentos em que os meus impulsos são mais fortes que a minha vontade de ficar bem. Queria uma vida saudável, seja lá isso o que for. Queria conseguir ter uma letra fixa e gostava de conseguir fazer qualquer tipo de sentido. Queria beijos doces e dormir na praia dia sim dia não, acordar tarde mas ter sempre algo para fazer. Queria saber nadar. Queria tornar-me em tudo aquilo que sei que nunca poderei ser. O meu coração é demasiado pequeno para tantas ideias e sonhos. Não vejo mais um futuro para mim sem ser acabar com tudo. Não fiz nada do que queria mas não me parece que o futuro seja minimamente promisor. Dizem-me para lutar pelas coisas. Foi tudo o que sempre fiz, raros foram os momentos em que esperei que tudo me viesse parar ás mãos, mas de nada valeu. Sinto estar perto do fim e não tenho nada. Ainda não fui nada, não vou ser nada. O meu objectivo nunca foi ser importante, sempre foi fazer algo importante. Demasiadas coisas se passaram e as coisas mudaram demasiado. Não sou quem era, e tenho a dizer que a pessoa que eu já fui é muito mais atraente de todos os sentidos possíveis do que quem sou agora. Tenho marcas nos pés de usar calçado apertado e a barriga a aumentar por não conseguir controlar os meus desejos alimentares. Controlo, é exactamente a palavra que procurava. A falta de controlo domina o meu dia a dia, tudo o que quero é chorar até morrer, dormir até chorar, cantar até dormir, ser feliz até acordar. O pedaço de anjo que tinha em mim evaporou-se a um certo ponto. Já não amo ninguém sem ser as personagens dos livros que até preguiça tenho de reler. Concentração é algo que me falta, todas as minhas forças estão focadas em não cometer um deslize. Estou farta de ser doente, uma miúda podre e doente. Queria provar o verdadeiro êxtase, queria razões para comemorar. Sou mais obcecada por aquilo que nunca tive do que valorizar aquilo que ainda não perdi. Não há salvação, acho que está tudo perdido. Quero que acabe tudo rápido, quero sair daqui. O meu coração apodreceu, e nem as caminhadas na relva molhada e os longos banhos ou os longos beijos ou os longos abraços ou os longos poemas o conseguem fazer voltar ao normal. Queria um mapa de volta. Secalhar a resposta não está em voltar a quem era, mas sim em criar alguém melhor. Mas não tenho ideia do que fazer, ou o que devia ter feito antes. Há tantas pessoas lindas à minha volta e tudo o que quero mais de tudo é ser como elas. 

É um dia perfeito para ser infeliz. É um dia perfeito para fazer algo para mudar isso.

tags: ,

publicado por killua às 22:12
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Tyla a 23 de Julho de 2013 às 15:09
querida, tens de te manter forte. Tenho a certeza que és linda e tens imensas qualidades, tens de começar a olhar para ti e apreciar isso. Não sei porque mudaste ou te tornaste noutra pessoa, mas talvez o que precisas é de voltar a encontrar o antigo tu. Uma pessoa como tu, com tanta determinação, vai alcançar muito na vida. Só tens que confiar em ti e continuar a lutar como fizeste até agora. Alguma coisa, estou aqui, se quiseres falar já sabes. 


De Ana a 29 de Julho de 2013 às 14:18
Olá querida, vim avisar que voltei com o meu blog, e se quiseres vai lá dar uma espreitadela: http://www.dressingup.blogs.sapo.pt
Obrigada e beijinhos =D


Comentar post

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 109 seguidores

pesquisar

 

Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

tags

todas as tags

favoritos

need you like water in my...

Letters

SAPO Blogs

subscrever feeds